Desabafo…

Você largar tudo, sua formação, sua profissão, um “futuro certo”, para acreditar em um sonho, em uma visão, um devaneio… que só você consegue vislumbrar. Joga todas as “fichas” em cima disso! É visto como louco pelos “amigos próximos” e até pelos próprios pais! Decide trabalhar igual a um burro de carga em busca deste ideal. Só toma bordoada!!! Mas olha pra frente e coloca “a mão na massa” topando fazer de tudo, desde varrer chão de fábrica e até se esgotar exaustivamente trabalhando inclusive aos domingos, que diga-se de passagem foram muitos por muitos anos. Mas continua e acredita. Se capacita, faz 3 pós, encontra horas escondidas no meio do dia para dezenas de cursos, e passa noites e noites estudando e lendo centenas de livros, na certeza de fazer a coisa certa a cada dia. E erra. E erra muitas e muitas vezes e nenhuma viva alma te explica como e o quê fazer para os seus negócios fluírem. O cruel tempo passa. Te envelhece. Cobra o preço. Mas você aprende a ganhar dinheiro. E a perder também… e muito. Entende o ditado: “Nem sempre se ganha na vida, menino!” Mesmo assim, sem ainda ninguém acreditar em seu sonho, decide continuar! À propósito, isso quase ninguém compreende: aonde você quer chegar! No meio deste árduo percurso, existem pessoas que decidem apostar em sua garra e determinação, e que embarcam junto contigo, na sua loucura rumo a uma realidade diferente! Poucos ficam e muitos desistem, pois se tornam indiferentes a esta metamorfose lenta porém progressiva que muitas vezes é o sucesso. Talvez pensem: nem todo sonho se transforma em realidade, não é? Fui. Mas tudo bem, sigamos! Cada um vive o destino que escolhe. Então um belo dia, você acorda pela manhã e vê que depois de 14 anos nessa pegada insana, seu sonho começa a fazer mais sentido! Apenas mais sentido, pois este despertar é um apenas um pequeno vislumbre daquela realidade ainda sonhada!!! Depois de muitas e muitas lutas travadas, é possível entender quais são as melhores estratégias e os caminhos menos tortuosos à seguir! Agora você sabe fazer negócios. Já tem horas de voo. Está calejado. Aliás compreende que tem muito conhecimento adquirido, mesmo tem a certeza que muitas batalhas ainda virão. Como se num piscar de olhos, agora você é reconhecido pelo mercado onde atua! Demorou, mas entende perfeitamente um detalhe: que 14 anos não são 14 meses! Hoje, com centenas e centenas de clientes, quase milhares, que acreditaram em sua visão de negócio, você segue em frente. Confiante. Assim como muitos alunos, universitários, profissionais de mercado e empreendedores, que você os ajudou a encontrar seus próprios sonhos através daquilo que só você suou para aprender! Orgulha-se. Mas algo intriga… A absoluta certeza que nesta longa viagem até aqui, somente pôde contar com pouquíssimas pessoas no meio desta sua caminhada. Portanto não…Não meu amigo, eu não tenho sorte… Longe disso! O que sei é que tenho a plena convicção de que eu ainda enxergo exatamente cada pequeno e sofrido passo que dei em direção à esta realidade que vivo, e que apenas eu sonhei lá atrás. E isso, infelizmente, você nunca irá entender. A não ser que comece a acreditar em seus sonhos! Quer me fazer uma favor? Não inveje, trabalhe! Deus me abençoou e irá te abençoar também! 

Sobre o livro Criatividade de Ed Catmull, Co-Founder da Pixar

Boa tarde pessoal. Aqui vai alguns Insights do livro Criatividade, do Ed Catmull, Co-Founder da Pixar.
1. Crie um sistema de feedback que permite informações serem compartilhadas abertamente e livremente entre todas as hierarquias da sua empresa.

2. Visite todos os seus employees individualmente a fim de ouvir e obter insights sobre as opniões e problemas que estão enfrentando na empresa, sendo assim, irá fazer com que eles se sintam confortáveis e confiantes para falar com você.

3. Certifique-se que sua equipe não se sinta oprimida e/ou sobrecarregada pelo medo de falhar, assim eles irão ter confiança para tentar novas coisas.

4. Sua equipe irá trabalhar duramente se eles sentirem que estão contribuindo para a excelência da empresa, portanto, deixe suas metas e objetivos bem claras para todos – assim irão fazer seu melhor- e faça com que cada um se sinta uma parte importante dessa pizza. 

5. Contrate as pessoas certas. De fato, é mais importante ter uma boa equipe do que uma boa ideia. Sem a equipe certa, seu negócio não irá decolar ou até mesmo permanecer no mercado.

6. Contratar não é somente contratar os mais talentosos mas sim criando uma equipe que trabalhe facilmente e livremente juntos.

7. Confie nas pessoas que compõe a sua equipe, dê o poder a elas para tomarem decisões. Dê a necessária liberdade pra tomarem decisões por conta própria. Cada um da sua equipe é expert no que faz, sendo assim, são mais aptos a resolver certos problemas. Porém, já que sua equipe deveria ser confiada para agir independente, é importante que cada membro seja inteligente e competente o suficiente para ser confiado a tal responsabilidade.

8. Catmull, Co-Fundador da Pixar, tem uma regra interessante. Ele só contrata pessoas que ele acha que são mais inteligentes que ele. Ele acredita que eles são os únicos que irão ter a confiança para usar as iniciativas criativas deles sem precisar ser supervisionado. De fato, em algumas ocasiões, ele contrata pessoas que são inteligentes e talentosas o suficiente para fazer o próprio trabalho dele. Enquanto alguns têm medo de contratar pessoas desse porte por no futuro poder substituir-los. Catmull não tem problema nenhum fazendo isso, e assim de fato produz os melhores resultados.

9. O time todo é responsável por um fracasso, não só uma pessoa, sendo assim, trabalhem bem em grupo para superar isso.

10. Dê a permissão para cada um do seu time decorar seus workspaces do jeito que eles quiserem.

11. Employees não deveriam ser forçado a seguirem as mesmas rotinas rígidas todos os dias. Eles deveriam ser livres para trabalhar de acordo com os estilos individuais deles.

12. Dois dias ao mês a Pixar libera para “projetos pessoais”, onde os empregados poderão usar toda a tecnologia disponível para trabalhar em qualquer projeto ou problema que eles pessoalmente acham interessantes. Dando tempo e recursos a eles, a Pixar assegura que eles permaneceram felizes e pode até acontecer de alguém vim com algumas ideias criativas que podem beneficiar a empresa.

13. A arquitetura e o designer interior do workspace da empresa deve inspirar criatividade e não ser tedioso. De fato, mudar essa atmosfera pode ser mais fácil que apenas mudar algumas mesas.

14. A cultura da empresa só pode ser verdadeiramente criativa quando o foco é – forjar uma equipe funcional, construir confiança e promover um ambiente criativo.

15. Não faça seus planos demasiados rígidos. Se o seu plano é gravado na pedra, então você não terá qualquer espaço de manobra para ajustar, caso as coisas não saem como você prever. Tenha em mente a opção de pivotar sua empresa caso precise ou seus planos.

By Wesley Clean – Startup Brasil